Home > Notícias > Detalhes
Notícias
04/08/2017 12h10
Pacotaço do Governo atingirá os militares estaduais
Not�cias

Dois anteprojetos de lei, foram encaminhados pelo Governo do Estado à Assembleia Legislativa, na quinta-feira (03), com o objetivo de reduzir despesas, afetando diretamente os policiais e bombeiros militares do Paraná.

O “novo pacote fiscal” foi elaborado pela Secretaria da Fazenda e entre as medidas preventivas propõe o pagamento de diárias por atividade extrajornada, permitindo que o policial militar realize um “bico legalizado” para o próprio governo; o aumento do abono permanência, para incentivar os policiais a permanecerem no serviço ativo por mais tempo; e a criação do Corpo de Militares Estaduais Inativos Voluntários, para o aproveitamento em atividades internas e na guarda de imóveis públicos, com remuneração de R$ 1,5 mil.

A AMAI lamenta que não tenha participado de nenhuma discussão sobre tais medidas, mesmo sendo a entidade representativa de mais de 18 mil policiais e bombeiros militares, ativos e inativos, e também pensionistas. Aliás, não se pode ignorar o descaso do Governo com o pagamento da data-base, que promove uma defasagem salarial de 03 anos, pois desde 2015 a reposição não está sendo paga, inclusive em um período de grande inflação no País.

As perdas salariais da categoria alcançaram também os militares estaduais da reserva que, além da perda da data-base, passaram a arcar com a contribuição previdenciária, tendo uma redução no seus vencimentos de cerca de 7,5%, o que obrigará muitos deles a participarem do Corpo de Militares Estaduais Inativos Voluntários para manter o mesmo padrão de vida.

Por fim, a única medida que a AMAI considera positiva, é o aumento do abono permanência, porém, a maior causa de inativação precoce não é apenas questão salarial, mas também o desencanto pela falta de valorização e de possibilidades de ascensão na carreira para os praças, que são a imensa maioria a passar para a reserva ao completar 25 anos de serviço.

Enquanto essas medidas vem sendo propostas, outras de maior importância estão sendo ignoradas. A pauta de reivindicações apresentada ao Governo pelo Fórum de Entidades busca o ingresso superior para ingresso na corporação, o fim das prisões disciplinares, a regulamentação da carga horária, subsídio correto, um tratamento de saúde digno para a categoria, entre outras. Porém, até agora nenhum avanço foi promovido.

Além disso, causa apreensão a criação de novas “gratificações”, pois o Governo desde 2014 não está pagando corretamente as indenizações, o que tem motivado o ingresso de ações judiciais pela AMAI, para pagamento da parcela transitória de ensino, auxílio remoção, progressões e promoções, entre outras.

 

Comentários
# Nome
# E-mail
# Comentário
# Verfficação (digite as palavras da imagem no campo de texto)
09/08/2017 - 20h14
PETERSON
OS INATIVOS VÃO PAGAR A PREVIDÊNCIA DE NOVO, ESSE GOVERNO ESTÁ DE BRINCADEIRA COM OS MILITARES, GOVERNADOR PEÇA PARA SAIR.
08/08/2017 - 15h19
Elias Anastacio dos Santos
esse projeto hum vai ser a maior fumada.
e outra vai depender de caixa do estado para pagamento trimestral, ainda não esquecemos do reajuste da data base dos servidores aprovado e simplesmente ignorado por eles.
Sem contar que os inativos praticamente ficam de fora, porque não vão voltar por esse valor.
08/08/2017 - 10h06
RR
O gestor da coisa publica elaborou e empacotou sua diarreia mental e a colocou a disposição da assembleia para elaborar o pacote do presente de "grego' aos servidores aposentados e que até ontem não tinha valor nenhum para este crápula.Agora ele quer retirar o Estado do Paraná do buraco explorando somente os praças da PMPR .DEVERIA CONVIDAR OS OFICIAIS DE ALTA PATENTES PARA FAZER OS TAIS "BICOS" A DIÁRIAS QUE SÃO VERDADEIRAS 'ESMOLAS' E POR 40 HORAS SEMANAIS EXTRAJORNADAS. "O SUJEITO AINDA VIVE DE MONTAR NO CANGOTE DOS OUTROS" NÃO TIROU PARA SÍ COMO EXEMPLO AS DEGRAÇAS QUE TODOS POLITICOS ESTÃO VIVENDO. É MUITO DESRRESPEITO E MASSACRE AO MESMO TEMPO COM SERVIDORES PUBLICOS!
07/08/2017 - 17h06
RR- A VERGONHA NUA E CRUA
Tudo que este cidadão ( que tem o mesmo DNA de sangue de todos os políticos) fez em prol da PMPR foram de caso pensado. Prejudicou imensamente todos que estavam aposentados até a época do subsídio 2012, até o momento vem lutado contra todos direitos de classe dos inativos. AGORA QUER SALVAR A PÁTRIA COM OS APOSENTADOS DA PMPR!? QUERENDO ECONOMIZAR 100 MI NAS COSTAS DAQUELES QUE NEM SEUS DIREITOS ADQUIRIDOS RECEBERAM NO SEU GOVERNO!? TEM APOSENTADO NA RESERVA QUE DEPOIS DE TRABALHADO 25 ANOS DE SERVIÇO NA GLORIOSA GANHA EXATAMENTE A REFERENCIA 1(UM) DA TABELA (SUBSÍDIO 2012)SALARIO DE UM SOLDADO RECRUTA. ISTO É ,,,,,SIMPLESMENTE INADMISSÍVEL E VERGONHOSO !!
05/08/2017 - 13h14
edvaldo colonhese gama
Voltar para serviço administrativo por um salário (remuneração) de R$ 1.500,00 (UM MIL E QUINHENTOS REAIS), "NÃO ESTOU MORRENDO DE FOME", dinheiro para propaganda tem. Não iria repor a infração de 2.016, para pagar as promoções e progressão dos PMs da Ativa (ficou só na promessa), pois estamos em Agosto/2017 e nada, somente PM reclamando.
05/08/2017 - 11h46
MAURO CEZAR WONS
Mas esse abono permanência será aos 25 ou 30 anos de serviço?
05/08/2017 - 07h54
RR
Este governo é o mais salafrário que já passou pelo Paraná, não paga o mínimo necessário aos seus servidores e briga constante para acertar misérias que as classe tem direito, tudo é preciso entrar na justiça tamanha a incompetência desse desgoverno paranaense! Agora é meio tarde para achar que; policiais da reserva podem fazer "bicos" não tirar o estado do buraco em que se encontra usando o serviço dos aposentados que, quando deveria dar um mínimo de valor foram excluídos com um "pé na bunda"do subsídio 2012. ESTE GOVERNO É CANALHA! O ESTADO DEVERIA CONVOCAR OS OFICIAIS APOSENTADOS PARA FAZER ESTE BICO UMA VEZ QUE NA SUA MAIORIA TODOS CHEGAM AO MAIOR POSTO DA CORPORAÇÃO COM SALARIOS ALTÍSSIMOS E NEM PRECISAM TANTO DA "ESMOLA" OFERECIDA!
04/08/2017 - 20h17
acb
É O ANO Q VEM TEM ELEIÇÕES, A ÚNICA ARMA DE DISPOMOS, Q BARBARIDADE.
Exibir mais comentários
Encontre no site da AMAI
Jornal AMAI
Assine nossa newsletter
# Nome
# E-mail
# CPF
# É associado?
     
© 2012 AMAI Associação de Defesa dos Direitos dos Policiais Militares Ativos Inativos e Pensionistas. Todos os direitos reservados.