Notícias

13/06/2018 12:00

Mesmo desvalorizados, PMs cumprem seu trabalho e garantem redução nos índices de violência no Paraná

Mesmo desvalorizados, PMs cumprem seu trabalho e garantem redução nos índices de violência no Paraná

A Agência Estadual de Notícias divulgou a redução de crimes no Paraná, no primeiro trimestre de 2018. O declínio foi de 19% nas estatísticas e representou o menos violento dos últimos 10 anos do estado. O assunto já foi pauta de uma matéria da AMAI, em maio deste ano, sobre Curitiba não estar mais no ranking das 50 cidades mais violentas do mundo.

A queda nos índices de violência é resultado do grandioso trabalho realizado pelos policiais militares do Paraná, que mesmo com tamanha desvalorização e descaso do Governo, cumprem sua missão de servir e proteger, arriscando sua própria vida pela segurança pública da população. Vale ressaltar que a categoria está sem assistência à saúde no Hospital da Polícia Militar, com os vencimentos defasados, em decorrência do atraso no pagamento da data-base desde 2016, e sem refeições adequadas nos quartéis.

Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública, o Paraná registrou em 2017 o menor índice de homicídios em 10 anos. Em 2007, foram 2.647 assassinatos e no ano passado houve 2.184, o que representa uma queda de 12% quando comparado com o registro de 2016. E a redução nos índices continua. No primeiro trimestre de 2018, Curitiba registrou 79 homicídios dolosos, 21,7% a menos que o mesmo período, em 2017, quando foram registradas 101 mortes.

Lamentável, apenas, que notícias boas como essa, não tenham tanta repercussão na imprensa. Assim, como a situação lamentável de total desrespeito com a dignidade do policial militar paranaense.

Encontre no site da AMAI

BENEFÍCIOS

Assine nossa newsletter