Notícias

07/02/2018 11:09

Wagner Mesquita agradece às mensagens de apoio recebidas após sua saída da SESP

Wagner Mesquita agradece às mensagens de apoio recebidas após sua saída da SESP

Wagner Mesquita publicou nas redes sociais a seguinte mensagem:

Quero aqui agradecer todas as mensagens e moções de apoio que recebi nas últimas semanas até o fim de minha missão junto à SESP. Foram infindáveis, desde cidadãos e profissionais de segurança pública a grandes instituições.

Em um ano de eleições, o caráter político nas decisões de governo ganha importância, e tenho que reconhecer que esse não é o meu forte. Gosto de fazer polícia e obter resultados, e não há como atingir metas agradando a todos. Buscando o melhor armamento, os melhores equipamentos, enfrentei privilégios, interesses, e combati monopólios. Se esse era o preço, pago de bom grado. E nesse viés, talvez realmente seja a hora de partir para outra missão.

Agradeço ao Governador Beto Richa a confiança e oportunidade de trabalho, saio ciente de que fiz meu melhor, dentro das circunstâncias.

Tive a melhor equipe na SESP que se pode ter, e em respeito a eles não aceito críticas quanto a sua eficiência e gestão financeira, superior a 96 % em 2017, possivelmente a melhor entre todas as Secretarias de Governo. Não houve privilégio nem discriminação a nenhum dos órgãos que compõem a SESP, todos receberam investimentos de maneira equânime e conforme as necessidades próprias de cada atividade. Distribuição orçamentária e questões salariais, no entanto, não são de atribuição da SESP.

Recebi uma secretaria de segurança endividada, em crise, sem viaturas nem armas, sem atividade de inteligência operacional, criticada pela sociedade e com baixa moral, e entrego instituições policiais respeitadas, profissionais, bem vistas pelo povo paranaense e reconhecidas em todo o Brasil.

Foram muitas crises enfrentadas e resolvidas, desde crimes graves, grandes manifestações, reintegrações, invasões de escolas, votações e atos públicos e políticos sensíveis, sanados com técnica e profissionalismo. 
A última crise, referente a atividade do IML, também foi sanada com a locação de viaturas novas e criação da central de despachos 24h, com uso de GPS nas viaturas. Problemas graves são típicos da natureza da pasta, e se assim não fosse não haveria necessidade de Secretário atuante.

Duplicamos a quantidade de CONSEGs no Estado. Interagimos com respeito e transparência com OAB, imprensa e MP. Estruturamos e equipamos o DEPEN, projetamos e demos início à construção de novos presídios e unidades modulares. Ressuscitamos o CICCR, pelas mãos dos próprios policiais, e hoje é ferramenta essencial para a Segurança Pública. Foram dezenas de operações de inteligência contra o crime organizado, recordes de prisões, apreensão de armas e drogas. 
Contei com a garra e o comprometimento de todo o efetivo, que com vontade e determinação percebeu a política de valorização da atividade policial, respondendo com ações ostensivas e investigações que resultaram na queda nos índices criminais, os menores já registrados no Paraná e na contramão da realidade do resto do Pais.

Enfim, por tudo isso, so tenho palavras de agradecimento a cada um dos agentes de segurança pública e servidores da SESP. Valeu todo o empenho - cada gota de suor, cada argumentação, os muitos momentos de tensão e alguns de comemoração. 
Deixo aqui meu desejo de boa sorte e sucesso ao amigo Secretário Júlio Reis, policial capacitado, bem como a toda sua equipe.

“As armas ensaia, penetra na vida:
Pesada ou querida, viver e lutar.
Se o duro combate, aos fracos abate,
Aos fortes, aos bravos, só pode exaltar.” (Gonçalves Dias)

Encontre no site da AMAI

Assine nossa newsletter