Notícias

01/12/2017 10:38

Plano de Carreira para praças depende de união para prosseguir

Plano de Carreira para praças depende de união para prosseguir

Recentemente, a AMAI e o Fórum de Entidades Representativas convidou o Cabo Carlos para conversar sobre a carreira das praças e sobre como agilizar o andamento dos projetos legislativos que estão no Governo. Infelizmente, ele não compareceu à reunião, mas o convite fica em aberto.

Segundo presidente da AMAI, coronel Elizeu Furquim, o desejo expressado pelo chamado grupo praças unidos é o mesmo desejo dos milhares de associados da AMAI, de ter uma carreira similar a dos oficiais. “Porém, não podemos nos limitar a novas enganações como foram a Lei Xavier, QEOPM e outras, que criavam expectativas, mas não refletiram uma melhora, sem esquecer das outras legislações que precisam ser modificadas”, explicou ele.

A rigor não existe um projeto elaborado pelos Praças Unidos, o que existe é uma solicitação, que era muito mais ampla. Neste sentido, inclusive, a AMAI recebeu de associados de Foz do Iguaçu, em 2015, a chamada proposta de carreira única. (clique aqui e confira)

Também foi encaminhado à comissão paritária, instituída para debater necessárias alterações legislativas da PMPR, outras sugestões que ampliam o projeto. Confira:

Clique e confira a Proposta dos associados

Clique e confira a Proposta da APRA

O que está tramitando no protocolo 14.707.324-0 é um substitutivo elaborado pelo comando da PMPR, tanto que o Comandante Geral fez um vídeo em apoio ao projeto, embora não atenda plenamente aos anseios expressados pela grande maioria dos nossos associados, pois não garante uma carreira e não estabelece critérios transparentes e justos, e segundo a Casa Civil carece de adequações.

Clique e leia aqui o despacho da Casa Civil
Clique e veja o vídeo de apoio do Comandante Geral

O mais grave, não atende as demais reivindicações, de um processo disciplinar justo, do fim das prisões administrativas, de estender o benefício de abono permanência para praças aos 25 anos de serviço,  por isso a necessidade de união pode fazer com que todos os praças sejam respeitados e atendidos, afinal milhares de seguidores da página Praças Unidos, também são sócios da AMAI, e o grande objetivo da AMAI é possibilitar a união de todos, praças e oficiais, ativos e inativos, e o atingimento de uma pauta que é de todos e deve ser a nossa prioridade.

Assine nossa newsletter