Notícias

10/10/2017 15:18

Policiais militares acusados de execução foram absolvidos na noite de segunda-feira

Policiais militares acusados de execução foram absolvidos na noite de segunda-feira



Depois de um longo julgamento, que se estendeu por quase uma semana – o maior da história do Paraná - nossos 12 bravos policiais militares foram absolvidos na noite de segunda-feira, dia 09 de outubro. A emoção tomou conta do Tribunal de Júri, em Curitiba, tamanha a alegria de ver que prevaleceu a Justiça para os agentes da segurança pública do Estado.

Os 12 policiais militares eram acusados pelo Ministério Público de executar cinco suspeitos em 2009, durante uma ocorrência policial. Investigações confirmaram que os indivíduos haviam cometido diversos crimes e estavam recrutando jovens o mundo do crime. Na abordagem, eles estavam em um carro roubado, não obedeceram à ordem policial para parar e, após colidir com o veículo, saíram atirando contra os PMs.

A AMAI acompanhou a semana de julgamento, conversou com familiares e amigos que, com faixas e vestindo camisetas, deram força aos policiais durante todos os dias. A comunidade em geral também esteve presente no tribunal, declarando seu apoio e o mesmo aconteceu nas redes sociais, que se manteve bastante movimentada, inclusive com declarações de personalidades, que defenderam nossos militares estaduais.

36 testemunhas foram ouvidas, além do depoimento dos 12 policiais. O importante trabalho de defesa foi realizado pela equipe do advogado Claudio Daledone, que declarou que a polícia do Paraná não é a polícia que mata, e sim aquela que protege a sociedade. Foi ele quem deu a grande notícia aos policiais, após a decisão do Conselho de Sentença.

Nossos heróis deixam suas famílias e diariamente arriscam suas próprias vidas para garantir a segurança da população. Tantas vezes são injustiçados com a triste inversão de valores, mas, felizmente, nesta segunda-feira, eles puderam retornar para casa com suas esposas e filhos, e dormir tranquilos e aliviados. A justiça prevaleceu!

Embora todos nós da grande família PMPR, já soubéssemos disso, desde o início. Agora toda a sociedade paranaense, toda a população brasileira fica sabendo também, por meio da Justiça: Nossos 12 policiais militares paranaenses da ROTAM são inocentes!!! Avante PMPR!

Encontre no site da AMAI

Assine nossa newsletter